Por um Portugal
plenamente atento

 

Acerca

A Petição/Movimento "Por um Portugal plenamente atento", e que tem como principal objecto de divulgação a "Petição pela inclusão de meditação "mindfulness" no Sistema Nacional de Saúde e no Ensino Público" surgiu como iniciativa do Círculo do Entre-Ser, Associação Filosófia e Ética e contou na sua redacção com a particular participação de três dos seus membros, Paulo Borges (presidente da direcção), Fernando Emídio (colaborador para a área da educação e professor no Agrupamento Escolar da Marinha Grande) e Micael Inês (colaborador para a área da saúde e enfermeiro no Hospital de Leiria).

 

Nasceu da preocupação crescente pelo estado geral de saúde mental dos portugueses, bem como pela utilização cada vez maior de anti-depressivos e ansiolíticos tanto pela população adulta como também pela população jovem e infantil.

O Círculo do Entre-Ser é uma associação filosófica e ética inspirada em Thich Nhat Hahn, nas tradições espirituais planetárias e nos sábios da humanidade, na ciência contemporânea e na visão holística da interdependência de todos os seres e fenómenos.

Cientes de que todos os seres vivos aspiram à paz e à felicidade, visamos contribuir para a realização das melhores potencialidades do ser humano e para uma sociedade mais desperta e solidária na relação com o outro - humanos, todos os seres vivos e a Terra - mediante uma sabedoria prática adequada aos grandes desafios do mundo actual, em termos culturais, educativos, empresariais, sociais e ambientais.

Para superar divisões consideramos possível e desejável uma via espiritual e ética laica e universal, transversal a crentes e descrentes, que nos conduza a uma vida mais plena, gratificante e responsável pelo bem comum de tudo e de todos. Consideramos esta espiritualidade laica como o despertar e a expansão fraterna e activa da consciência, nos planos pessoal, familiar, escolar, profissional e social.

Investimos na difusão da meditação / mindfulness (atenção plena) como um treino regular da mente para cultivar e manter uma consciência focada, calma, clara, aberta e bondosa.

Pretendemos promover a compreensão da interdependência de tudo o que existe, consciência, energia e matéria, a empatia, o amor e a compaixão por todos os seres e formas de vida, uma cultura da não-violência, da paz e da solidariedade à escala planetária, na relação do ser humano consigo, os outros seres humanos, todos os seres vivos e a natureza, o diálogo entre tradições, culturas, religiões e ciência, em prol do seu conhecimento e respeito mútuo e encontro fraterno, iniciativas culturais e pedagógicas que supram as lacunas do ensino oficial no que respeita ao desenvolvimento integral do ser humano, tudo o que conduza a uma vida mais ética, saudável, sustentável, harmoniosa e plena e como elemento fundamental dos pontos anteriores, investimos na difusão da meditação / mindfulness (atenção plena) como um treino regular da mente para cultivar e manter uma consciência focada, calma, clara, aberta e bondosa.



Investimos na difusão da meditação / mindfulness (atenção plena) como um treino regular da mente para cultivar e manter uma consciência focada, calma, clara, aberta e bondosa.

Para superar divisões consideramos possível e desejável uma via espiritual e ética laica e universal, transversal a crentes e descrentes, que nos conduza a uma vida mais plena, gratificante e responsável pelo bem comum de tudo e de todos. Consideramos esta espiritualidade laica como o despertar e a expansão fraterna e activa da consciência, nos planos pessoal, familiar, escolar, profissional e social. Investimos na difusão da meditação / mindfulness (atenção plena) como um treino regular da mente para cultivar e manter uma consciência focada, calma, clara, aberta e bondosa. Pretendemos promover a compreensão da interdependência de tudo o que existe, consciência, energia e matéria, a empatia, o amor e a compaixão por todos os seres e formas de vida, uma cultura da não-violência, da paz e da solidariedade à escala planetária, na relação do ser humano consigo, os outros seres humanos, todos os seres vivos e a natureza, o diálogo entre tradições, culturas, religiões e ciência, em prol do seu conhecimento e respeito mútuo e encontro fraterno, iniciativas culturais e pedagógicas que supram as lacunas do ensino oficial no que respeita ao desenvolvimento integral do ser humano, tudo o que conduza a uma vida mais ética, saudável, sustentável, harmoniosa e plena e como elemento fundamental dos pontos anteriores, investimos na difusão da meditação / mindfulness (atenção plena) como um treino regular da mente para cultivar e manter uma consciência focada, calma, clara, aberta e bondosa.

São hoje cientificamente comprovados os múltiplos benefícios da atenção plena nos domínios da saúde psicossomática, do equilíbrio emocional, da educação, da criatividade, do desempenho profissional e da liderança e como via para o autoconhecimento e o desenvolvimento das melhores potencialidades humanas num comportamento mais pró-social e cooperativo.

O Círculo do Entre-Ser promove todas as actividades que contribuam para o despertar, a transformação e a expansão da consciência e em particular a prática individual e colectiva da atenção plena, levando-a a escolas, empresas, hospitais e prisões, entre outras instituições, mediante formadores experientes e qualificados. Para todos os seus fins, o Círculo do Entre-Ser realiza cursos, workshops, retiros, tertúlias, colóquios, conferências, publicações e acções públicas.

Press enter to search